Profissão Mergulhador de Offshore

 A profissão de mergulhador offshore é a segunda mais perigosa do mundo, perdendo somente para quem trabalha no espaço, os astronautas. Apesar da periculosidade da profissão, muitas pessoas buscam se especializar na área por causa da boa remuneração e mercado de trabalho amplo.


A profissão de mergulhador se divide em duas categorias: mergulhador raso e profundo. A diferença é a profundidade, que chega até 300 metros. Os mergulhos até 50 metros de profundidade são realizados pelo mergulhador profissional raso, ultrapassando esse limite, entra em ação o mergulhador profissional profundo que se limita a trabalhar até 320 metros de profundidade.
Apesar dos avanços tecnológicos na área petrolífera e naval, os mergulhadores profissionais offshore ainda são bastante procurados para realizar diversos serviços específicos, dos quais a máquina ainda não consegue realizar com precisão. 
Os mergulhadores são contratados para descongestionar hélices de navios, fazer inspeções nas plataformas, raspar cascos, limpar e desobstruir comportas, dentre outros. Quando há um trabalho a ser feito numa profundidade maior e demanda mais tempo de permanência no fundo do mar, os profissionais são submetidos à saturação, isso quer dizer que ficam trabalhando durante por vários dias sob condições hiperbáricas , sempre submetidos a mesma pressão, até completar o ciclo de trabalho. A pressão pode matar. Em alguns casos os mergulhadores demoram uma semana somente para fazer a descompressão, devido ao tempo e profundidade que os corpos são submetidos. A média salarial desses profissionais varia de R$ 6 a R$ 25 mil reais. (Mundo do Mergulho)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pânico e Mergulho.

Cirurgia Plástica e Medicina Hiperbárica